Arquivo do mês: setembro 2012

Tá, de cara você vê que os noivos são estilosos, mas vai dizer que não seria o máximo embarcar em um ônibus com os convidados rumo ao altar casamento?!

Imagens: love and lavender

Casamentos Reais Decoração

Que tal pegar a família e desfrutar um piquenique? A família do vídeo fez melhor, registrou tudo em um vídeo lindinho para guardar pra sempre!!!

Vídeo: design mom

Sem Categoria

 

Bom gente, finalmente completei 16 semanas. Daqui um mês eu vou estar na metade da gestação! Minha barriga já aponta por aí, a gravidez não é mais segredo para ninguém. Tô muito feliz, os refluxos parecem ter terminado, assim como os enjoos. Acho que, finalmente, descobri o glamour da gravidez ;)

Quando fiz a eco do rastreamento cromossômico, a médica disse: “não compra nada rosa, mas tudo indica que será uma menina”. No início queria menino. Fizemos a encomenda para a cegonha no exato dia da ovulação, para reforçar a probabilidade de ser menino. Mas, ok … se for menina, vou adorar igual. Começamos a discutir nomes, pesquisar o significados e até a fazer a numerologia. Algumas amigas me deram vestidinhos de presente, resgatei algumas bonecas da casa da minha mãe … Bom, se for menina, vamos entrar no ritmo.

Confesso que já tinha esquecido que queria um menininho e estava na onda menina a mil…Porém, aaaaah porém… segunda tive a ecografia das 12 semanas. Meu bebê está com (pasmem!) 17 cm e 169g. Vi na internet que com 12 semanas ficaria em torno dos 12 cm e 100g, um mega bebezão! Passou a ecografia inteira com o cordão umbilical no meio das perninhas e nada de mostrar se era menino ou menina. Parecia estar brincando de tarzam, com as mãozinhas agarradas no cordão e o cordão no meio das pernas. A médica cansou de me apertar, me girar, e puxa a barriga, empurra a barriga e nada do cordão sair dali. Aí combinamos que ela terminaria a ecografia, eu daria uma voltinha pela clínica, tomaria uma água e repetiria a eco. Ora bolas, vamos mostrar o que tu tem aí no meio, seu bebê safado. Não tinha nenhum chocolatinho à mão para dar aquele gás. Foi quando vi uma garrafa térmica de café. Não sou de beber café. Na verdade, não gosto. Mas era uma causa justa, pois precisava dar um sacode naquela ervilhinha da minha barriga. Servi um copinho de café (aqueles plásticos, pequenininhos) e botei TRÊS colheres de açúcar! Glicose e cafeína a mil… Quando repetimos a eco, o bebê estava agitado. Pulava, mexia, dava soco no ar e … tcharãããããããm abriu as perninhas! E sabe o que é o meu bebê?? Um gurizããããããoooo! Lindo, fofo, grande e forte. O coração a mil, maior que a média dos demais da “idade dele”, super saudável e eu fiquei radiante. Naquele momento, em que a médica disse: “tem um tiquinho ali” eu lembrei lá do início da gravidez, quando eu torcia para que fosse um menino!

Fiquei tão feliz! Estou radiante, chego a me emocionar cada vez lembro que estou carregando um gurizão aqui dentro. Quando saímos contando que era um menino, uma amiga me mandou um vídeo com um texto muito lindo. Chorei horrores vendo e divido o texto e o link por aqui …

Torcida Por Você – Liliana Barabino

Mesmo antes de nascer, já tinha alguém torcendo por você.
Tinha gente que torcia para você ser menino. Outros torciam para você ser menina.
Torciam para você puxar a beleza da mãe, o bom humor do pai.
Estavam torcendo para você nascer perfeito.

Daí continuaram torcendo.
Torceram pelo seu primeiro sorriso, pela primeira palavra, pelo primeiro passo.
O seu primeiro dia de escola foi a maior torcida. E o primeiro gol, então?

E de tanto torcerem por você, você aprendeu a torcer.
Começou a torcer para ganhar muitos presentes e flagrar Papai Noel.
Torcia o nariz para o quiabo e a escarola. Mas torcia por hambúrguer e refrigerante.
Começou a torcer até para um time.
Provavelmente, nesse dia, você descobriu que tem gente que torce diferente de você.

Seus pais torciam para você comer de boca fechada, tomar banho, escovar osdentes, estudar inglês e piano.
Eles só estavam torcendo para você ser uma pessoa bacana.
Seus amigos torciam para você usar brinco, cabular aula, falar palavrão.
Eles também estavam torcendo para você ser bacana.
Nessas horas, você só torcia para não ter nascido.
E por não saber pelo que você torcia, torcia torcido.
Torceu para seus irmãos se ferrarem, torceu para o mundo explodir.

E quando os hormônios começaram a torcer, torceu pelo primeiro beijo, pelo primeiro amasso.
Depois começou a torcer pela sua liberdade.
Torcia para viajar com a turma, ficar até tarde na rua.
Sua mãe só torcia para você chegar vivo em casa.

Passou a torcer o nariz para as roupas da sua irmã, para as idéias dos professores e para qualquer opinião dos seus pais.
Todo mundo queria era torcer o seu pescoço.

Foi quando até você começou a torcer pelo seu futuro.
Torceu para ser médico, músico, advogado. Na dúvida, torceu para ser físico nuclear ou jogador de futebol.
Seus pais torciam para passar logo essa fase.

No dia do vestibular, uma grande torcida se formou.
Pais, avós, vizinhos, namoradas e todos os santos torceram por você.
Na faculdade, então, era torcida pra todo lado. Para a direita, esquerda, contra a corrupção, a fome na Albânia e o preço da coxinha na cantina.

E, de torcida em torcida, um dia teve um torcicolo de tanto olhar para ela.
Primeiro, torceu para ela não ter outro.Torceu para ela não te achar muito baixo, muito alto, muito gordo, muito magro.
Descobriu que ela torcia igual a você. E de repente vocês estavam torcendo para não acordar desse sonho.
Torceram para ganhar a geladeira, o microondas e a grana para a viagem de lua-de-mel.

E daí pra frente você entendeu que a vida é uma grande torcida.
Porque, mesmo antes do seu filho nascer, já tinha muita gente torcendo por ele.

Adivinha? Chorei de novo. Bom, o bebê ainda não tem o nome 100% decidido. Mas nos próximos relatos, já conto para vocês. Trabalho com eventos e, daqui pra frente, tenho casamentos todos os finais de semana, exceto no dia 20 de outubro, e eu estou organizando o chá dele para esse dia. Em breve mostro o save the date, a identidade visual e todos os detalhes. Segue, um oi do meu bebezão para vocês ;)

 


Sem Categoria

Ai que delícia, uma poltrona gostosa para se acomodar para leitura, e o melhor, entre váaaarios livros….

Imagens: My ideal home

Receber com Charme

27
set 2012

Imagem: my ideal home

Receber com Charme

27
set 2012

O seu pequeno não é fã só de um herói, ele adoura váaaaaaaarios?! Tá aí uma solução criativa :)


Festa

 

Mais um jeito experto de usar pallets na decoração:

Imagens: more design please

Receber com Charme