Sem Categoria

Se depender dos cientistas, anticoncepcional hormonal específico para homens será a novidade no futuro próximo. O Instituto de Pesquisa para o Planejamento Familiar, em Pequim, na china, desenvolveu uma injeção mensal de testosterona capaz de interromper a produção do esperma. O resultado do teste, que foi feito com mais de mil chineses e durou dois anos e meio, surpreendeu: 99% de eficácia, poucos efeitos colaterais e a fertilidade de volta em seis meses após o fim do tratamento. Caso o novo método seja parovado, a responsabilidade de se lembrar do anticoncepcional não será mais apenas feminina. Do jeito que você conhece o seu amor, acha que ele toparia enfrentar a agulha todos os meses?

Fonte: Nova

Sem Categoria

27
jul 2012

Imagem: My ideal home

Sem Categoria

Imagens: on to baby

Sem Categoria

Precisando revigorar os músculos e diminuir a fadiga e tensões do dia? Pois é isto que uma boa noite de sono faz. Veja como fazer o cérebro reaprender a deixar você e seu amado, descansarem feito bebês:

- ter um quarto que diz: “Vem cá, vem – Deixem somente o necessário para um bom descanso. Em outras palavras, tentem abrir mão da tevê, do som e dos livros no criado-mudo.

- deixar o trabalho da porta para fora – Se não puderem esquecer as tarefas profissionais depois do expediente, determinem uma hora para terminar os afazeres. Depois disso, esqueçam.

- assinar um acordo de paz – Escolher uma roupa de cama que os façam se sentir aconchegados é essencial. E, se vivem disputando as cobertas, não tenha dúvida: cada um com o seu edredom.

Fonte: Nova

Sem Categoria

24
jul 2012

Imagem: Honest to nod

Sem Categoria

Passadas algumas semanas, já começo a me acostumar com a ideia da gravidez. No início é estranho, eu estava grávida, mas não me sentia grávida. Meu corpo estava igual, minha cabeça também. E bem que dizem que temos 9 meses para nos acostumarmos com a ideia. Muitas pessoas já sabem, e cada vez que conto surgem sempre as mesmas perguntas: tá enjoando? Desconfia o sexo? Teu corpo já mudou?

Há alguns dias atrás, a resposta para todas essas perguntas era: não. Porém, nessa última semana virou SIM. Estou (ou estava) enjoando MUITO! Salivava por determinada comida, comia e passava mal. Ou, simplesmente, não tinha vontade de comer nada. Um desconforto grande, uma sensação de que comeu além da conta sem ter ingerido nada. Recebi uma medicação da minha ginecologista que amenizava, mas não posso dizer que “tirava” o enjôo. Li muito sobre o tema, pesquisei bastante. Descobri que os enjôos são hereditários – e nesse caso, estou ferrada. Minha mãe enjoou durante os 9 meses. Porém, graças a Deus, os últimos 4 dias foram de total alívio. Não posso dizer que passou totalmente, pois eventualmente sinto uma lembrança dele, porém estou me alimentando super bem, comendo de tudo, com o apetite a mil e sem passar mal. Estou muito feliz, pois eu estava me cobrando muito, afinal tem alguém que depende do que me alimento, e somente agora estou conseguindo me alimentar adequadamente.

Sobre o sexo, desconfio…No início, eu tinha certeza que era menino, pois pelo dia da ovulação, as chances eram altas. Porém, quando fiz a primeira ecografia, descobri que talvez estivesse um pouco enganada quanto à data de “fabricação” e passei a desconfiar que é uma menina. Essa desconfiança aumentou com a história do enjôo (que, dizem, menina enjoa mais que menino) e com as mudanças no meu corpo (que, dizem também, são mais precoces que com meninos). Com 9 semanas já tenho uma barriguinha. Em princípio, parece barriga de relaxada, mas quando coloco minhas roupas é que percebo que de relaxada não tem nada. Ontem estourei o botão de uma calça que era relativamente “folgada”. Não estou gorda, estou larga. Na balança, até diminui o peso. Mas meu quadril alargou, minha cintura está sumindo e não consigo encolher a barriga.  Ontem fui ao shopping e parei numa loja que adoro. Olhei uma blusa, quando provei aí que a ficha caiu MESMO. O peito saltou para fora da blusa e a barriga marcou muito. O tamanho que estou acostumada a usar e sempre fica perfeito em mim(ficava). A verdade é que essa fase é de muitas mudanças. As vezes perco a consciência do que está realmente acontecendo, mas quando volto à real me dou conta e fico muito feliz. Não vejo hora de Fevereiro chegar e eu passar a conviver mais de perto com essa “ervilhinha” que está revolucionando a minha vida :)

Agora vou lá tirar uma soneca … SIM, gente, o sono é absurdo

Beijos,

Fernanda Dutra


Sem Categoria

20
jul 2012

Para quem tem quatro filhas ou filhos(só adaptar cores) esta cama é uma solução prática e econômica.

Não lembro de onde é a imagem :(

Sem Categoria